18 maio 2016

A busca pela maternidade!

Quem ler este blog deve estar se perguntando, o que tem haver falar sobre isso? Se a dona do blog já conseguiu a maternidade ... Resolvi escrever porque sei que ainda tem muitas mulheres nesta busca e visitam ainda meu blog. hoje consegui meu maior objetivo mas quem leu desde o inicio sabe que não foi fácil, então quero dizer as mulheres que estão tentando, que investiguem o porque não conseguem ,procurem mais de uma opinião, questionem seus médicos, façam exames busquem respostas e acima de tudo não desistam eu tinha tudo pra desistir, ter que fazer FIV sem grana, depois de fazer vários tratamentos, ter que usar henoxoparina com custo alem do esperado,ainda assim não desisti e consegui o meu positivo. hoje graças a Deus e muito esforço tenho minha filha hoje com 2 anos. Quem quiser deixar seu relato aqui, fiquem a vontade

17 maio 2016

17 de maio de 2016

Crescer - NOTÍCIAS - Irritação na pele das crianças: inverno piora dermatite atópica

Crescer - NOTÍCIAS - Irritação na pele das crianças: inverno piora dermatite atópica

Basta o frio chegar para que as crianças que têm dermatite atópica - uma doença inflamatória da pele que provoca vermelhidão e coceira - começarem a reclamar mais do problema. Não é à toa. Com o inverno, a pele fica mais ressecada e passa o dia todo em contato com roupas, dois fatores que pioram a dermatite. "No frio, os casos tendem a se agravar por conta dessas condições ambientais", afirma o pediatra e alergista infantil do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, Victor Nudelman. "Há também mais doenças respiratórias, que podem desencadeá-la." A dermatite atópica, diz, pode se manifestar desde os primeiros meses de vida e não tem causa definida. Algumas vezes, o fator desencadeante é bem determinado, como algum alimento; em outras, não. Nos bebês, ela começa pelas maçãs do rosto. Já nos mais velhos, a doença geralmente afeta cotovelos e joelhos também. Nos casos graves, pode chegar ao corpo todo. Entre 5% e 14% das crianças apresentam o problema. Para evitá-lo, afirma Nudelman, deve-se evitar contato com a fumaça, seja de cigarro ou da poluição dos carros; ambientes fechados com carpetes e cortinas e banhos muito quentes, por exemplo. "Alguns estudos também mostram que o aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses ajuda a prevenir a doença."

 Aqui em casa minha filha nasceu em fevereiro mas bastou chegar o inverno que apareceu a dermatite, foram varias tentativas de meicamentos, alguns com resultados bons e outros não, mas o que mais me preocupava eram as coceiras coitadinha se coçava muito e machucava, até que por indicação fomos consultar uma dermatologista muito boa,indicou tratamento adequando.hoje controlo muito bem a dermatite dela o que funcionou bastante foi a pele muito hidratada duas vezez ao dia e com bom creme infantil para hidratação